Madre Eugenia pediu a um bom pintor para pintar o Pai, assim como ela o tinha visto: cabelo preto e longo, olhos escuros, sem barba, com o ceptro e a coroa aos pés….

 

 

 

 

 

«... Nos últimos golpes de ancinho saltou da terra uma pequena medalha com a imagem de Jesus que após a morte, volta ao Pai. Com esta medalha, começou para nós um novo caminho de espírito...»

 

 

 

 

 

Para disseminar o conhecimento do Pai na Europa Oriental, onde o sentimento de devoção expressa-se através dos ícones ", a Armada Branca encomendou à Lia Galdiolo, uma das mais renomados iconógrafas contemporâneas, a tradução para ícone da imagem do Pai assim como se tinha mostrado à Madre Eugenia.