A Armada Branca é um movimento eclesial que tem como objectivo principal o atendimento espiritual das crianças com a sua Consagração ao Pai em Maria, com a formação de ninhos de oração e com a sua preparação para a Comunhão logo no início da razão. Também opera em defesa da vida, em dar a conhecer o rosto misericordioso de Deus Pai, na evangelização missionária...

Continuar...

«Padre Eusébio, tira a minha arma do bolso do meu vestido». Padre Eusébio não percebia e Padre Pio apontou para o bolso do seu vestido, onde estava o seu terço. Os seus filhos espirituais mais íntimos tinham percebido o que era o terço para o Padre Pio.  Cleonice Morcaldi escreve: «Na noite antes de morrer estava no lugar habitual, na marquise, com a arma na mão».

Continuar...

Foi fundada em 1973 pelo capuchinho Padre Andrea D'Ascanio segundo a vontade de São Pio de Pietralcina, dos Frades Capuchinhos de São Francisco de Assis e do Servo de Deus Padre Pio Delle Piane, dos frades mínimos de São Francisco de Paula, seus pais espirituais...

Continuar...

Viver em profundidade e difundir - particularmente entre os pequenos de idade e de espírito - a consagração a Deus Pai segundo o espírito de Fátima e do Montfort para o triunfo do Coração Imaculado de Maria, nesta batalha apocalíptica contra o mal…

Continuar...

Todos os pequenos de idade e todos os que estão dispostos a tornar-se “pequenos no espírito" consagrando-se ao Pai através dum “sim" incondicionado à Sua Vontade. Como Maria...

Continuar...

A Armada Branca sempre foi estreitamente unida ao Papa e as Autoridades Eclesiais. Com João Paulo II viveu os grandes acontecimentos da última parte do século XX e o início do terceiro milénio..

Continuar...